11.8 C
Viçosa
terça-feira, 15 junho, 2021
- Publicidade

Trevo de Viçosa, uma obra que ganhou fama

Depois de um longo tempo sem solução, em 2020, o trevo, muito conhecido, como o trevo da Fama, ganhou um projeto. O local é na entrada da cidade de Viçosa, entre os bairros João Braz e Santo Antônio, no cruzamento de rodovias estadual e federal (MG 320 com BR120), em frente ao Atacarejo Mineirão.  Como a DMA Distribuidora tem interesse na organização da área, perto do seu Atacarejo, então formou-se uma Parceria Público Privada, as chamadas PPP, com a Prefeitura Municipal de Viçosa para viabilizar a obra que poderia ser um belo cartão de entrada da cidade e valorizar o ponto comercial da DMA.

Por meio de licitação publica foi contratada uma empresa para a execução do projeto. Normalmente nestas parcerias são estabelecidas as responsabilidades das partes na realização da obra e é justamente isto o impasse do momento, nas instâncias judiciais.  A obra que ficou aquém da expectativa do cidadão, apresenta também uma série de problemas estruturais e tudo isto comprometeu o sucesso do empreendimento tão esperado pelos viçosenses.

Enquanto a questão anda nos tribunais a situação do trevo é esta apresentada na sequencia de fotos. Os problemas como: áreas seguras para a circulação de pessoas, se misturam a falta de sinalização e aos buracos.

Nos documentos do Poder Judiciário do estado de Minas Gerais a decisão do Desembargador Marcelo Rodrigues pede providências imediatas, com  vistas do perigo eminente que correm os motoristas, que circulam naquele local. No documento as partes envolvidas se manifestaram querendo repassar responsabilidades e a executora da obra reclama que os problemas apresentados são advindos do próprio projeto, que não contemplou os cálculos estruturais necessários. Neste caso o Desembargador reconheceu que isto não exime nenhuma das partes na responsabilidade sobre eventuais acidentes que possam acontecer no local e inclusive, fala da possibilidade da interdição do trânsito por falta de segurança.  

Neste caso o caos vai se instalar no transito de Viçosa, uma vez que os acessos serão todos mais complicados, aumentando as distâncias dos deslocamentos, que serão realizados em vias estreitas nos bairros e até estradas rurais terão que ser utilizadas.

- Publicidade

Relacionados

- Publicidade -spot_img

Popular

- Publicidade-spot_img