27.1 C
Viçosa
domingo, 28 novembro, 2021
- Publicidade

A Serra do Relógio é mais uma revelação da natureza no cenário de Minas Gerais.

A Serra do Relógio é mais uma revelação da natureza no cenário de Minas Gerais.

Aqui a beleza e as possibilidades de lazer se misturam em um verdadeiro show, que faz da aventura um passeio nas montanhas e seus contornos.

Está localizada em uma região que fica entre as cidades de Guarani, Descoberto e Astolfo Dutra. A Serra do Relógio é de fato uma revelação para os amantes dos esportes de aventura e também para os observadores da natureza.

A região é um conjunto de áreas de preservação, públicas e particulares, tombadas como patrimônio natural.  A Serra do Relógio, como um todo, é uma unidade de conservação reconhecida e supervisionada pelo IBAMA, com o apoio do Instituto Estadual de Floresta. Tem o objetivo de promover o turismo ecológico aliado à educação ambiental, de realizar estudos e pesquisas científicas, de proteger os recursos hídricos e as espécies da fauna e da flora nativas. Possui várias espécies ameaçadas de extinção como o lobo-guará, jaguatirica, tamanduá, tucano e jacu, além de moluscos, cágados e pássaros das mais variadas espécies. Tem também como atrações suas cachoeiras e uma lagoa, as trilhas pela floresta, o paredão das bromélias e o pico da Serra do Relógio (1.434 m de altitude).

A Pedra do Relógio é um trecho da cordilheira de montanhas da Serra da Mantiqueira, nas cartas do IBGE, a altitude da Pedra do Relógio é 1.097 e o Pico é o ponto mais alto em um raio de 70km, nesta região da  Zona da Mata Mineira. Em dias claros de lá podemos ver claramente Cataguases, Leopoldina, Rio Novo, Goianá, Guarani, Piraúba, Tocantins, Astolfo Dutra, e à noite, muito mais. Sem contar as serras, que também são vistas, Brigadeiro, Ibitipoca e a Serra do Mar. Tudo depende da sorte da transparência da atmosfera.

O Local onde está localizada a Rampa de Decolagem (900m), pertence a Descoberto. Uma etapa do Campeonato Carioca de Vôo Livre já foi realizada com grande sucesso na Pedra do Relógio, que tem uma área para pouso e decolagem em 360º.

Como chegar?

Para quem está em Juiz de Fora a referência é São João Nepomuceno e para quem está na região de Belo Horizonte e Viçosa a referência é Guarani.

Para se chegar a Descoberto (perto de 5.300 habitantes) a estrada é a MG 858 e que merece atenção redobrada porque é bastante sinuosa e estreita. Por outro lado, a beleza da paisagem vai exigir que você ande em baixa velocidade, para aproveitar o passeio.

Descoberto é uma das cidades que oferece o espetáculo da simplicidade mineira com uma praça pitoresca, cheia de sobras. Barzinhos com comida mineira e muita história.

Viajando de moto a diversão é dobrada, mas não pense em subir a Serra do Relógio com motos de grandes cilindradas ou as chamadas estradeiras. O trecho é de terra e o indicado é um rolé de bike ou motos e carros modelos “off road”.

Esportes

Caminhadas e pedaladas são a grande pedida. Para aqueles que gostam de esportes radicais na Serra tem um rampa para saltos de asa delta e paraglider, As cachoeiras são uma grande opção e são muito procuradas no verão.

Visitação: O ano todo, todos os dias da semana. O acesso de carro até o topo é conseguido com veículos que tenham tração nas 4 rodas. Existe um bar bem próximo, com 2 campos de futebol socyte, e quadra de peteca. Contatos tem que ser feitos antes para receber grupos de pessoas. Confirmar a visitação com antecedência. O agendamento de visitas, em Descoberto, pode ser feito com Helvécio Pereira Rodrigues (Vecin), na Prefeitura Municipal de Descoberto  (32) 3265-1740

Distância do Centro de Descoberto até o Pico da Serra do Relógio 12 Km

Recomendações:

Cuidado ao se aproximar das rampas de decolagem.

O local não deve ser visitado no período de chuva.

Para quem gosta da prática de treking, é uma ótima opção subir a pé.

Alimentação em Descoberto: almoço, diariamente, até as 14h, no Aconchegos Bar, Bar e Restaurante da Inês e Restaurante Delícias da Ju.

Nestes locais podemos saborear as delícias da comida mineira, como o arroz, feijão ou Tutu, o franguinho caipira com quiabo e outros.

Guarani é uma cidade com 8.918 habitantes e de lá também pode ser o ponto de partida para esta aventura. A cidade também oferece bares, restaurantes, pousadas e hotéis.

Assim, a Serra do Relógio, é mais um ponto em que a natureza oferece lazer exibindo a beleza das montanhas de Minas Gerais

Fotos cedidas por Giovani Trobinni – site Descoberto Net

Produção
Fernando Campos
Giovani Braz Alves Trombini

- Publicidade

Relacionados

- Publicidade -spot_img

Popular

- Publicidade-spot_img